Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Superovulatory response, production and quality of embryos of cows fed on linseed or canola seed supplemented diets=Resposta super ovulatória, produção e qualidade de embriões de vacas suplementadas com semente de linhaça ou grãos de canola

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Karina Perehouskei Albuquerque | Ivanor Nunes do Prado | Rodolpho Martin do Prado | Fábio Luiz Bin Cavallieri | Luiz Paulo Rigolon | Orlando Rus Barbosa

Journal: Acta Scientiarum : Animal Sciences
ISSN 1806-2636

Volume: 34;
Issue: 3;
Start page: 321;
Date: 2012;
VIEW PDF   PDF DOWNLOAD PDF   Download PDF Original page

Keywords: season of the year | diets | embryos | fatty acids | fertility | omega 3 | omega 6. | estação do ano | dietas | embriões | ácidos graxos | fertilidade | ômega 3 | ômega 6.

ABSTRACT
Superovulatory response, production and embryo quality and the effects of seasonal changes on embryo production of Nellore cows fed on either linseed (n-3) or canola seeds (n-6) were evaluated. Sixteen Nellore cows (550 ± 48.0 kg) were fed on three diets: control diet (CON), diet with linseed (LIN) and diet with canola seed (CAN) during four seasons. There was no difference in superovulatory response and in total corpora lutea produced when diets are taken into consideration. The number of cows that responded to superovulatory treatment was higher in the winter (93.8%) than in the summer (62.5%). No difference with regard to the three diets existed on the average number of total structures (6.20, 4.96 and 6.50), unfertilized structures (2.53, 1.17 and 1.60) or congealable embryos (3.40, 1.30 and 3.80). Average degenerated embryos were higher for cows fed on LIN diet (2.48) than for those fed on CON diet (0.32); the CAN diet presented an intermediate response (1.10). Mean total structures produced were lower during the winter (3.57) and summer (3.50) than during the autumn (8.75) and spring (7.25). Este estudo avaliou a resposta superovulatória, produção e qualidade de embriões e o efeito da estação do ano sobre as alterações hormonais e na produção embrionária de vacas Nelores alimentadas com semente de linhaça (n-3) ou semente de canola (n-6). Dezesseis vacas Nelores foram usadas neste estudo (550 ± 48,0 kg). Nas quatro estações do ano as vacas receberam diferentes dietas: controle (CON), com semente de linhaça (LIN) e com semente de canola (CAN). Não houve diferença na resposta superovulatória e número total de corpos lúteos produzidos em função das dietas. O número de vacas que respondeu ao tratamento superovulatório foi maior na primavera (93,8%) do que no verão (62,5%). Não houve diferença para as três dietas sobre o número médio de estruturas colhidas (6,20; 4,96 e 6,50), de estruturas não fertilizadas (2,53; 1,17 e 1,60) ou de embriões congeláveis (3,40; 1,30 e 3,80). O número médio de embriões degenerados foi maior para as vacas com a dieta LIN (2,48) do que para as vacas da dieta CON (0,32). A dieta CAN mostrou uma resposta intermediária (1,10). O número de estruturas produzidas foi menor no inverno (3,57) e verão (3,50) do que no outono (8,75) e primavera (7,25).
RPA Switzerland

Robotic Process Automation Switzerland

    

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona