Academic Journals Database
Disseminating quality controlled scientific knowledge

Tecnologias de informação, cotidianos e psicologia social: considerações teórico-metodológicas Information technology, everyday and social psychology: theoretical and methodological considerations

ADD TO MY LIST
 
Author(s): Alexandre Bonetti Lima

Journal: Psicologia & Sociedade
ISSN 0102-7182

Volume: 25;
Issue: 1;
Start page: 10;
Date: 2013;
Original page

Keywords: sociedade contemporânea | psicologia social | tecnologias de informação | contemporary society | social psychology | information technology

ABSTRACT
Vivemos em um mundo complexo. O processo de globalização atualmente produz efeitos incisivos na sociedade contemporânea. Compreendê-la exige levar em conta os estados das técnicas e da política, visto que ambos caminham indissociavelmente na história. Nos dias atuais, com a evolução das tecnologias de informação, possibilidades fantásticas se apresentam para uma revolução social e estética com a produção de novas relações sociais e subjetividades cosmopolitas, multiculturais e verdadeiramente democráticas. A apropriação política destas tecnologias, da forma como vem sendo realizada, tem intensificado desigualdades e intolerâncias. Tal situação convoca o posicionamento de uma Psicologia Social comprometida politicamente, procurando somar forças no sentido de desconstruir relações de opressão e implodir ideologias hegemônicas que dão sustentação a tais relações nos cotidianos da vida sendo vivida. Neste artigo, procuro discorrer teórica e metodologicamente sobre esse tema, trazendo como ilustração uma experiência de pesquisa e intervenção junto a portadores de LER/DORT de Londrina (PR).We live in a complex world. The actual process of globalization produces drastical effects in contemporary social organization. The understanding of this process requires to consider the techniques and policy situation, because the two go together in human history. Currently, with the evolution of information technology, there appear fantastic possibilities for a social and aesthetical revolution, which could bring the production of new social relations and of cosmopolitan, multicultural and truly democratic subjectivities. However, the political ownership of these technologies has intensified social inequalities and intolerance. This situation calls for a politically commited Social Psychology, seeking to join forces in order to desconstruct relations of oppression and to implode hegemonical ideologies that ensure these relations in everyday life being lived. In this article, I discuss theoretical and methodological questions about this issue, bringing as an example an experience of research and intervention with people with RSI in Londrina (PR).
RPA Switzerland

RPA Switzerland

Robotic process automation

    

Tango Jona
Tangokurs Rapperswil-Jona